A crise hídrica vai além da sede

Para milhões de brasileiros, a fome é algo crônico e duradouro. É não ter acesso regular a alimentos. Ter fome é não ter o direito a uma vida digna. Com a pandemia, esse cenário se agravou. E é essa a fome que a ActionAid quer combater

A crise hídrica vai além da sede

A falta de chuvas, em algumas regiões do Brasil, afeta famílias que sobrevivem do plantio e da criação de animais. Sem água, a fome no campo chega a dobrar. Esse é o cenário que ActionAid quer combater.

Precisamos de você para mudar esse cenário

Trabalhamos em parceria com organizações locais de 12 estados brasileiros para garantir segurança alimentar às comunidades mais vulneráveis, através de projetos sólidos e de longo prazo. Ainda temos muito o que fazer!

Precisamos de você para mudar esse cenário

Trabalhamos em parceria com organizações locais de 12 estados brasileiros para garantir segurança alimentar às comunidades mais vulneráveis, através de projetos sólidos e de longo prazo. Ainda temos muito o que fazer!

No nordeste, 40% da população rural já sente o impacto da falta de água. Por isso, sua doação é essencial para projetos que apoiam a construção de hortas agroecológicas e cisternas, nas comunidades mais vulneráveis.
O que faz
a fome aumentar
no Brasil?

O trabalho da ActionAid nas
comunidades durante a pandemia

A UNAS, uma de nossas organizações parceiras, relatou que pelo menos 68% das famílias perderam renda durante a pandemia. E o impacto sobre a segurança alimentar foi direto: 67% afirmaram que precisaram, pelo menos uma vez, diminuir a quantidade de alimentos em suas refeições diárias. 42% das famíliAS deixaram de fazer uma das três refeições diárias por falta de recursos financeiros.